POLICIAIS SÃO ACUSADOS DE AGREDIREM AGENTES DE SAÚDE DE PENHA NO BAIRRO SANTA LÍDIA

09.01 – Três agentes de endemias do Programa Dengue, da Secretaria de Saúde de Penha, afirmam ter sido agredidos por dois policiais militares na manhã de ontem, 8, por volta das 10h30, no Bairro Santa Lídia, em Penha. Segundo testemunhas, os agentes de Saúde estavam sentados em um banco de um ponto de ônibus na Estrada Geral do bairro, quando o PMs chegaram em uma viatura.

Eles afirmam que os PMs desceram da viatura já com as armas apontadas e que tiraram as mochilas deles e jogaram no chão. E a que perguntavam a todo momento onde tinha estava droga escondida. Um policial teria inspecionado a moto de uma agente, como não encontrou nada de ilegal, chegou quebrou o pisca esquerdo da Biz.

Segundo os funcionários da prefeitura, eles estavam sentados banco finalizando o boletim da fiscalização que tinham acabado de terminar. Um os gentes de Saúde teria apresentado o crachá e o uniforme da prefeitura e questionou o motivo da abordagem.

Segundo consta no Boletim de Ocorrência, um dos agentes teria levado um tapa no rosto de um dos policiais. Ele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Balneário Camboriú para fazer o Exame de Corpo Delito. Conforme os relatos, os três funcionários ainda foram ameaçados pelos policiais para que não denunciassem o caso.

Conforme o BO, a abordagem aconteceu após denúncia de moradores afirmando que os funcionários da prefeitura seriam falsos agentes do Programa Dengue.

O capitão, Bruno Monteiro, comandante da PM de Penha, informou que as vítimas devem formalizar a denúncia no quartel para que o caso seja apurado internamente. A prefeitura, por meio de assessoria de imprensa, disse que o prefeito Aquiles da Costa (MDB) está ouvindo “todas as partes ligadas ao fato” para depois se manifestar. Os nome dos policiais envolvidos não foram informados.

Com informações: Notícias do Dia e Diarinho

Compartilhe!

No Comments

Deixe uma resposta