Author: vilmarcarneiro

Penha: Encenação da Paixão de Cristo será no pátio da antiga Cia de Pesca Krause nesta Sexta-feira Santa

18.04 – A tradicional dramatização a Paixão de Cristo promete emocionar o público cristão nesta Sexta-feira Santa em Penha. A encenação, que inicia às 18h, é promoção da Prefeitura local e vem com novidades, no Parque Municipal de Eventos, integrando a programação de Páscoa do Município. Pelo segundo ano consecutivo, a área da antiga Pescados Krause e da Festa Nacional do Marisco, na Avenida Nereu Ramos, dará o visual especial ao evento, que tem entrada franca e ocorre em frente às ruínas da empresa de pescados.

A cenografia já está sendo preparada para o evento, e reúne em torno de 40 atores, com Beto Leite vivendo novamente o personagem de Jesus. A intenção do prefeito Aquiles da Costa é ampliar o público em relação ao ano passado, e reforçar a programação da Páscoa de Penha.

A equipe cenográfica é coordenada pelo esforço conjunto da Secretaria de Turismo e Departamento de Cultura, e transformou o local num cenário fabuloso para reapresentar esse drama, que há séculos emociona cristãos em todo o mundo. Como nos outros anos, a dramatização será dividida em três atos: a prisão de Jesus, seu julgamento por Pôncio Pilatos e a crucificação.

Fotos e fonte: Assessoria de Imprensa PMP

 

Compartilhe!

Acusado de atropelar e matar comerciante de Barra Velha se apresenta a Polícia Civil

18.04 – Acusado da morte do comerciante Ademar João Espíndola, 68 anos, o Ade, em Barra Velha, E.F. se apresentou na delegacia, na terça-feira, acompanhado de um advogado.

A informação foi repassada pelo filho da vítima, Safharguns Vicenzi Espíndola. Safha contou que E. prestou depoimento e foi embora, devendo responder o inquérito em liberdade ou até que haja uma decisão da justiça para prendê-lo.

O delegado responsável pela investigação, Procópio Neto, disse que não poderia dar informações sobre o assunto porque a investigação é sigilosa.

Ade morreu após ser atropelado e prensado contra um muro por E., na noite de sexta-feira passada, na rua José Feliciano Coelho, no bairro São Cristóvão. O acusado é marido da ex-nora do comerciante, R. A., e estava saindo de casa após ser denunciado por vizinhos por ter agredido o neto do comerciante.

O comerciante foi até o local junto com os filhos. Na casa teria ocorrido uma discussão e E. pegou o carro e jogou o veículo contra Ade. A vítima chegou a ser levada para o PA de Barra Velha, mas não resistiu aos ferimentos. Depois de atropelar o comerciante, E. fugiu.

O carro foi abandonando no pátio de uma tabacaria na rua André Avelino Schmitt, no bairro Tabuleiro, sendo que o motorista não foi visto durante o fim de semana. O crime chocou os moradores porque Ade era conhecido e querido pela comunidade.

Fonte: Diarinho/Polícia Civil

 

Compartilhe!

Penha: Pescador relata como avistou na Ilha Feia o jovem de Balneário Piçarras que estava desaparecido

18.04 – Chegou ao fim, de forma inusitada, o drama da família do jovem de Balneário Piçarras, Felipy Acácio Reis, 23 anos, desaparecido desde a madrugada de domingo. Nos primeiros minutos da madrugada de ontem, uma lancha atracou no ancoradouro público do rio Piçarras, no centro da cidade, trazendo o jovem com vida. Felipy estava há três dias na ilha Feia, na costa de Penha, para onde nadou depois de bater o carro da família. Ele foi encontrado graças a um pescador de Penha, que avistou Felipy no costão da Ilha.

Na noite de terça-feira, José Acácio Reis, pai de Felipy, foi pessoalmente confirmar com o pescador a história de que teria visto um jovem nos costões da Ilha Feia. Ao ter a confirmação, montou um grupo de resgate com uma lancha e um jet sky, que naquela mesma noite saíram mar afora.

Ontem, viralizava pelas redes sociais a foto do piloto sendo abraçado pelo pai, no momento em que chegou ao atracadouro, em Piçarras. Felipy está vivo. A família, até então em desespero, ficou feliz. Pelas redes sociais, pai e filho agradeceram o apoio que receberam de parentes, amigos e internautas.

Kethillin Reis, irmã do piloto, confirmou que Felipy estava bem e tinha apenas algumas escoriações pelo corpo. Sobre a motivação do rapaz ter nadado até a ilha Feia, Kethillin respondeu disse que a família não tinha conversado com ele sobre o assunto. Elea disse apenas que ele estava muito quieto.

Para ela, tudo indica que o irmão ficou desnorteado depois do acidente de carro que sofreu antes de desaparecer. “Foi um ato de desespero. Ele disse que bateu com a cabeça e teve lapsos”, contou.

Ela desmentiu o boato de que Felipy se jogou no mar porque estava com medo do pai, que seria severo demais, porque pegou o carro da madrasta sem pedir e ainda ter sofrido o acidente. “Isso é mentira”, garantiu. E completou: “O carro é da madrasta, sim, mas ele tinha autorização para usá-lo”.

Deitado no Costão

Ontem, Ata foi entrevistado pela reportagem do Diarinho. Dentro de seu bote de pesca, atracado numa das margens do manguezal do rio Iriri, em Penha, Adelson Marilson Dias, 48 anos, aponta para o céu. Ele faz questão de dizer que o mérito de poder ter ajudado a encontrar o piloto Felipy Reis é de Deus, e não dele. Também cita os amigos, por terem localizado a família do rapaz.

No domingo, cedinho, Ata, saiu ao mar, como faz quase diariamente. Navegou para o norte, em direção a Barra Velha. Na volta é que viu algo estranho no costão da ilha Feia e resolveu se aproximar. Logo percebeu que era uma pessoa. Era entre 9h30 e 10h da manhã. “Ele estava deitado, e o vento era um terral (vento oeste) forte e estava frio. Parecia que estava dormindo, mas também achei que estava descansando, pegando um sol”, disse o pescador.

Mas Ata estranhou uma coisa. “Não vi mais ninguém por lá, não vi nenhum caiaque, nem standup”, observou. Por isso, se aproximou mais e tentou fazer contato com o rapaz deitado. “Acelerei o motor. No meu coração veio para eu chamar a atenção dele. Foi uma intuição”, completou. Felipy estava deitado sem camisa, com algo que parecia shorts ou uma cueca. Uma perna esticada e outra dobrada para alto.

Como o rapaz não se manifestou, o pescador voltou para a terra. Mas não descansou. Passou a divulgar o que viu e perguntar se alguém sabia de alguma coisa. O amigo e também pescador Fabrílio Miranda, 34, que sabia do desaparecimento do jovem, lhe mostrou uma foto de Felipy nas redes sociais. Ata achou se tratar da mesma pessoa.

Através das redes sociais, encontraram alguém que conhecia a família e fizeram contato. “Na terça à noite, lá pelas nove horas, o pai e um tio vieram falar comigo e eu confirmei”, lembra o pescador. Ainda segundo Ata, na ilha Feia tem um barraco de madeira e há água. Acredita que foi por lá que ele se abrigou.

 Nadou 1300 metros

Na noite de sábado, Felipy foi a um casamento em Itajaí. Levou o carro da madrasta, um Up branco. No retorno, passou no kartódromo do Beto Carrero e ainda curtiu o finalzinho de uma festa, com amigos. Era por volta das 3h30 da madrugada quando bateu o carro na avenida Nereu Ramos, no centro de Piçarras. A partir daí começou todo o mistério e o drama da família, já que o jovem desapareceu.

Imagens de uma câmera de segurança mostraram Felipy correndo em direção à praia. Testemunhas afirmaram terem visto um rapaz entrar no mar, naquela madrugada, próximo ao molhe do posto 4 dos guarda-vidas.

No domingo, um homem que remava um standup encontrou os documentos do piloto no mar e na terça-feira as esquipes de buscas localizaram a calça do jovem, também no mar. Bombeiros, PM e voluntários começaram buscas pelo mar, ar e terra. A polícia Civil também começou a investigar o misterioso desaparecimento do jovem.

Mesmo sem confirmação oficial, tudo indicava que ele havia entrado na água. E foi o que ele fez. O rapaz nadou cerca de 1,3 mil metros (na conta dos bombeiros) até chegar na ilha Feia, em Penha.

Foto e fonte: Diarinho

Compartilhe!

Trio que assaltou loja Koerich em Itajaí é morto em confronto com a PM na SC-414 em Navegantes

18.04 – Três assaltantes foram mortos na tarde de ontem (17), por volta das 15h, na SC-414, na localidade de Escalvândia, em Navegantes, próximo da divisa com Luiz Alves, em confronto com a Polícia Militar. Cerca de uma hora antes o trio tinha assaltado a loja Koerich, no bairro Cordeiros, em Itajaí e levado do local celulares e notebooks.

Os bandidos fugiram em uma Parati, cor branca, modelo Surf, pela Avenida Reinaldo Schmithausen, sentido BR-101. Logo em seguida, guarnições da PM iniciaram uma perseguição com apoio do helicóptero Águia. Eles saíram da 101, entraram na BR-470 e depois na SC-414, via de acesso a Luiz Alves.

Por volta das 15h, o trio tentou fugir para a mata, trocaram tiros com os policiais e acabaram mortos. Antes, na BR-470, eles tinham furado um bloqueio da PM e o carona abriu fogo contra os policiais.

Com eles os policiais encontraram 34 celulares e dois notebooks roubados na loja; um revolver calibre 38, com seis balas sendo três intactas e três deflagradas; outro revolver calibre 38, com seis balas, sendo quatro intactas e duas deflagradas; uma pistola calibre 9mm, com numeração raspada, no nove balas no carregador.

No bolso de um dos bandidos foi encontrado um comprovante da praça de pedágio de Araquari, às 12h17, sentido Joinville/Itajaí. O veículo usado pelo trio tinha placas da cidade de Capanema/PR. A polícia não divulgou as identidades dos três ou se tinham passagens policiais.

Fotos e fonte: PM/SC

Por: Central Aquarela de Jornalismo

 

Compartilhe!

Dupla assalta loja Koerich em Itajaí troca tiros com a PM e foge pela BR-101

17.04 – Dois homens armados revolveres renderam os funcionários da loja Koerich, na Avenida Reinaldo Schmithausen, no bairro Cordeiros, em Itajaí. O assalto foi por volta das 15h.

A dupla rendeu o gerente e dois funcionários e depois trancou os três no depósito da loja. A atendente do caixa foi obrigada a ficar no guichê e na mira de uma arma teve que entregar uma quantia em dinheiro não revelada. O gerente, assustado não soube dizer a quantia roubada e que produtos foram levados da loja.

Os assaltantes fugiram, em um veículo não identificado, pela BR-101, em direção a Luiz Alves. Eles trocaram tiros com a polícia Militar de Navegantes, mas conseguiram fugir. A PM está em buscas pela dupla, com ajuda do helicóptero e apoio de corporações de municípios vizinhos.

Fonte: PM/SC

Por: Central Aquarela de Jornalismo

 

Compartilhe!

Dupla invade a agência dos Correios de Luiz Alves leva dinheiro dos caixas e foge sem deixas pistas

17.04 – Dois assaltantes, no início da tarde de hoje (17), invadiram a agência dos Correios, localizada na rua Paulo Kraisch, no bairro Vila do Salto, em Luiz Alves e levaram dinheiro dos caixas. A dupla rendeu cerca de 20 pessoas, entre funcionário e clientes.

O valor roubado dos caixas e dos clientes não foi informado pela polícia. A polícia Federal foi acionada para investigar o crime. A agência ficará fechada até os peritos da PF concluírem a perícia. A agência deve reabrir somente na próxima segunda-feira.

Essa é a terceira vez que a agência é alvo de assalto. A primeira foi em fevereiro do ano passado e depois no dia 31 de janeiro deste ano.

Foto e fonte: PM/SC

Por: Central Aquarela de Jornalismo

Compartilhe!

Barra Velha: Pedreiro morre ao receber descarga elétrica de uma betoneira no bairro Itajuba

17.04 – Um homem morreu no bairro Itajuba, em Barra Velha, depois de sofrer uma descarga elétrica enquanto operava uma betoneira. O acidente foi no galpão de uma fábrica de artefatos de cimento, na manhã de ontem (16).

Os bombeiros foram chamados e encontraram R.D.N. caído no chão, já sem os sinais vitais. Os socorristas tentaram fazer a reanimação, com ajuda de um desfibrilador. O trabalhador chegou a ser levado para o PA de Barra Velha, onde as tentativas de reanimação continuaram, mas sem sucesso.

Fonte: Diarinho

Compartilhe!

PRF inicia as zero horas desta quinta-feira a Operação Semana Santa em todas rodovias federais

17.04 – A Polícia Rodoviária Federal inicia a partir da zero hora desta quinta-feira dia 18/04, em todo o Brasil, a Operação Semana Santa 2019. A mobilização termina no domingo, dia 21 de abril, às 23h59min.

Devido à tradição religiosa da Páscoa, o movimento nas rodovias federais deve ser intenso tanto no sentido litoral quanto no sentido interior do estado. O movimento no início do feriado deve ser dividido entre a quinta e sexta-feira, mas a volta para casa deve se concentrar no domingo à tarde/noite com possibilidade de congestionamentos.

A estratégia da PRF será combater condutas que levam a acidentes graves, como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, a alcoolemia ao volante e a falta do uso do cinto de segurança. Para isso, em Santa Catarina o órgão vai contar com o reforço de 16 policiais rodoviários federais que vieram dos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Além disso, outros agentes que já atuam em SC serão remanejados dentro do estado para atuar nas rodovias do litoral e Vale do Itajaí. Estas áreas são as com maiores índices de acidentes graves no período.

A PRF espera, com ajuda dos condutores e de toda a sociedade, reduzir o número de ocorrências em relação aos registrados na Operação Semana Santa de anos anteriores:

Ano   Acidentes Feridos      Mortos

2016 166                     123              06

2017 154                     165              05

2018 127                     118              04

 

Além disso, durante os quatro dias de operação, policiais especializados em educação para o trânsito irão convidar, após a fiscalização, motoristas para assistir palestras ou filmes educativos de no máximo cinco minutos. O objetivo é sensibilizar os condutores sobre a importância da prevenção de acidentes.

Foto e fonte:PF/SC

Compartilhe!

Barra Velha: Polícia Civil já ouviu dois suspeitos do assassinato da idosa morta no bairro Itajuba a golpes de tesoura e de ferro de passar roupas.

17.04 – A polícia Civil já ouviu dois suspeitos na investigação do assassinato da aposentada Catarina Wackerhage, 67 anos, morta a golpes de tesoura e de ferro de passar roupa no domingo retrasado, no bairro Itajuba, em Barra Velha. Por enquanto, ninguém foi preso. As investigações continuam.

De acordo com o delegado Eduardo Ferraz, a investigação segue duas linhas. A primeira de que teria ocorrido um feminicídio, com a morte ligada a um relacionamento afetivo. A segunda linha trabalha com a possibilidade de latrocínio, ou seja, alguém teria matado a aposentada para roubar. “Alguns bens sumiram, então não se descarta o latrocínio”, informa o delegado.

O cunhado da vítima, Volnei dos Passos, 41, encontrou Catarina morta na casa da rua 1005. “Eu não acredito que tenha sido isso [latrocínio]. Um ladrão não ia fazer o que o assassino fez com ela”, afirma, destacando a crueldade do crime.

Por outro lado, o cunhado relata que Catarina não tinha inimigos. Natural de Jaraguá do Sul, Catarina era viúva e deixou sete filhos. Ela teve um namorado, mas Volnei diz que só viu o cara uma vez. A mulher morava sozinha na casa no bairro Itajuba.

O corpo de Catarina foi encontrado pelo cunhado no quarto da casa da vítima, na rua 1005. O crime foi descoberto na segunda-feira, dia 8 de abril. Catarina sofreu diversos ferimentos na cabeça. Ela levou golpes no rosto e foi atingida por tesouradas na parte de trás da cabeça. O quarto estava bagunçado porque a aposentada teria lutado com o assassino para se defender.

O cunhado foi até o local, após Catarina faltar o almoço de domingo na casa da irmã. No fim de semana, ela falou pela última vez com a família, por telefone, e combinou o almoço. O portão foi encontrado trancado por dentro, mas a porta da casa estava arrombada. Segundo a polícia Civil, uma chave de fenda teria sido usada no arrombamento.

Uma faca limpa e uma tesoura suja de sangue foram largadas perto da porta. Havia marcas de sangue na pia do banheiro, onde o assassino teria lavado as mãos antes de ir embora.

Fonte: Diarinho/Polícia Civil

Compartilhe!

Balneário Piçarras: O jovem Felipy Acácio Reis que estava desaparecido desde a madrugada de domingo é encontrado com vida na Ilha Feia

17.04 – O jovem Felipy Acácio Reis, de 23 anos, de Balneário Piçarras, que estava desaparecido desde a madrugada do último domingo, foi encontrado com vida na última hora de ontem (16), na Ilha Feia. Ele estava debilitado, com sede e fome, mas sem sinais de ferimentos e hipotermia.

Segundo familiares do jovem, o pescador de Penha, Adelson Dias, o Ata, passou a informação de que havia visto uma pessoa deitada no costão na Ilha Feia no domingo (14) por volta das 09h30. Os familiares foram na casa do pescador e confirmaram a informação. Foi então que ontem (16) a noite, eles montaram uma equipe de amigos, pescadores e foram até a ilha e resgataram Felipy.

Ele foi resgatado e levado até Balneário Piçarras, onde recebeu atendimento hospitalar de uma equipe dos Bombeiros e em seguida levado um atendimento médico. Segundo familiares, aparentemente ele estava bem.

Felipy trabalha como mecânico no Kartódromo Internacional do Parque Beto Carrero World. O jovem que é mecânico de kart acumula os títulos de campeão brasileiro como preparador, bicampeão da Copa SPR e tetracampeão catarinense na categoria.

No sábado ele foi a um casamento em Navegantes, em seguida passou no kartódromo e estava voltando para casa na madrugada de domingo, quando sofreu um acidente de carro na avenida Nereu Ramos, no Centro de Balneário Piçarras por volta das 3h30.

Imagens cedidas pela Polícia Civil à família mostram que depois do acidente uma pessoa deixa o veículo Up Branco correndo em sentido a praia. Desde então, o jovem não tinha mais sido visto.

Agradecimentos

Após ser resgatado, o jovem postou um breve texto para enaltecer sua localização. “(Obrigado) …todo mundo que parou um minuto de sua vida para se dedicar a minha”, postou. “Primeiro quero agradecer a cada pessoa que fez uma oração, que não desistiram de me procurar e que acreditaram com todas as esperanças que eu estaria bem e aqui estou bem. Graças a Deus e todos vocês que de qualquer maneira mandaram forças. Obrigado a todos os familiares, a todos meus amigos, a todos meus companheiros de pista box e todo mundo que parou 1 minuto de sua vida para se dedicar a minha. Logo estarei como todos de volta”, agradeceu.

O pai de Felipy, José Acácio Reis, por meio de áudio encaminhado a amigos, deu maiores detalhes sobre a situação daquele momento.  “Graças a Deus meu filho está bem. Ele bateu a cabeça, mas está muito bem. Ele ficou meio desnorteado porque bateu a cabeça. Estou com ele. Está aqui do meu lado. Muito obrigado pelas orações. Muito obrigado por tudo, tá pessoal. Muito obrigado por tudo”, agradeceu.

 

Por: Central Aquarela de Jornalismo/ Com informações do jornalista Felipe Bieging (JC)

Fotos: Reprodução

 

 

 

Compartilhe!