Author: vilmarcarneiro

Penha: Família procura morador de Armação do Itapocoroi, Expedito Januário, de 74 anos, que está desaparecido desde a manhã de ontem (18)

19.06 – Expedito Januário, 74 anos, morador do bairro Olaria, em Penha, está desaparecido desde as 8h da manhã de ontem (18). Segundo a família, ele teria saído de casa para caminhar e não retornou. Familiares e amigos procuraram ele na região, mas não encontraram pistas. Ele estava trajando calça jeans, tênis e uma camisa e boné. Conforme a família e não está portando documentos. Se alguém tiver informações do paradeiro de Expedito, ligar nos telefones (47) 3398.4717 ou 9.9138.9898. 

Compartilhe!

Gilmar César de Lima acusado de matar o professor indígena, Marcondes Namblá em janeiro de 2018 em Penha irá a júri popular no próximo dia 25

19.06 – Gilmar César de Lima (24 anos) irá enfrentar o Tribunal do Júri, no dia 25 de junho, às 9h, para ser julgado pelo crime de homicídio qualificado do professor indígena, Marcondes Namblá. A confirmação da data foi anunciada pela juíza de Direito da Comarca de Balneário Piçarras, Regina Aparecida Soares Ferreira.

No próximo dia 25, a justiça vai promover o sorteio dos 25 jurados e 10 suplentes. No dia do júri, sete serão sorteados. Em cada sorteio, promotoria e defesa têm o direito de negarem a opção revelada, até que o Conselho de Sentença seja formado.

Em outubro passado, a juíza aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e sacramentou júri popular. No despacho, a magistrada ratificou a inclusão de duas atenuantes no crime: motivo fútil, (desentendimento por causa do cachorro do réu) e recurso que dificultou a defesa da vítima (uma vez que o réu se aproveitou que a vítima estava caída em razão das agressões anteriores, retornou e desferiu os últimos golpes). A pena para tal crime, ao qual Gilmar responde, pode chegar a 30 anos de reclusão.

De acordo com a denúncia do MPSC, “Gilmar passou a desferir cerca de 20 golpes a pauladas sobre a vítima, o qual sequer reagiu às agressões, permanecendo inerte. Como não bastasse, Gilmar deixou a vítima caída no local, todavia, retornou ao perceber os sinais vitais na vítima, momento em que desferiu mais golpes, o que ocasionou a morte de Marcondes em decorrência das lesões provocadas”, analisou o promotor, Luis Felipe de Oliveira Czesnat.

O crime aconteceu no dia 1º de janeiro de 2018, em Penha. Na madrugada, Gilmar e Marcondes acabaram brigando por conta do cachorro do denunciado. A discussão teria motivado Gilmar a agredir Marcondes até a morte. O índio era do povo Laklãnõ-Xokleng e morava na aldeia Laklãno, em José Boiteux, no Vale do Itajaí. Ele estava no litoral, junto de outros companheiros, para vender picolé.  Ele deixou mulher e cinco filhos.

No decorrer do processo, a defesa pediu a impronúncia de Gilmar da acusação, afirmando que “apesar do evento ser lamentável, as provas apuradas no curso da instrução são todas no sentido de que a vítima criou e sustentou um teatro antissocial dando causa ao evento, uma vez que conforme depreende dos autos, a vítima desacatou Gilmar, bem como desferiu pauladas no cachorro de estimação do Acusado, momentos antes do fato delituoso”.

Fonte: Jornal do Comércio/Balneário Piçarras

Compartilhe!

Homem com tornozeleira eletrônica é preso em Penha por tráfico de drogas

19.06 – A Polícia Militar de Penha em conjunto com a Polícia Civil de Balneário Piçarras, recebeu denúncia de que C. J. estaria armazenando e comercializando drogas em sua residência, na Rua Pedro José Gomes, Centro, Penha. As denúncias também informavam que o suspeito estaria em prisão domiciliar, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

Dentro casa de C.J., os policiais encontraram três porções de crack, pesando aproximadamente 20g; uma porção de cocaína de cinco gramas e dois smartphones. No muro da residência, com ajuda do cão K9, foi encontrado mais quatro porções de crack pesando 200 gramas; uma balança de precisão; e quatro mil reais em dinheiro.

Segundos os policiais C.J., é conhecido no meio policial como fornecedor de drogas, sendo que ele abastecia pequenos traficantes da região. Conforme a PM, no dia 17 de abril do ano passado ele teria sido preso em Barra Velha e na ocasião tentou “comprar” sua liberdade oferecendo para os policiais 15 mil reais.

Foto e fonte: PM/Polícia Civil

 

 

 

Compartilhe!

Penha: Jovem é morto em confronto com a PM no bairro Nossa Senhora de Fátima

17.06 – Igor dos Santos Pavanello, 19 anos, morreu no início da noite de sábado (15), em confronto com a PM, após puxar um revólver e apontar para os policiais. Igor e um comparsa estariam indo furtar um veículo quando foram surpreendidos pelos policiais na rua Paulo Mateus, próximo da capela da igreja católica, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Penha

Os dois caminhavam quando uma viatura da PM entrou na rua. Ao ver a polícia, eles apertaram o passo para tentar fugir. Igor não obedeceu a ordem de parar, colocou a mão no bolso da jaqueta e puxou um revólver. A PM revidou e mandou tiros contra o suspeito. Os socorristas foram chamados e constataram que Igor estava morto. Junto do corpo de Igor, a PM apreendeu um revólver calibre 32.

Com J.H.F. não encontrou nada de ilegal, mas ele carregava um pedaço de corda branca, um celular LG e uma chave modelo canivete da marca Ford. J. contou à PM que eles iriam roubar uma caminhonete e entregá-la para um comparsa que esperava no posto Santa Rosa, em Itajaí. Eles receberiam R$ 3 mil pelo “serviço”. Ele foi preso e levado para delegacia.

Foto e fonte: Diarinho

 

Compartilhe!

Penha: Casal é condenado por tentar decapitar jovem na Ponta da Vigia

17.06 – Gilmar Fortunato e Thais Lima dos Santos foram condenados pelo crime de tentativa de homicídio qualificado praticado contra Pablo Patrik de Souza. Em júri popular realizado no Fórum da Comarca de Balneário Piçarras, na última semana. Gilmar foi sentenciado a 14 anos de reclusão e Thais a 10 anos, 4 meses e 13 dias. Em abril de 2017, eles tentaram decapitar Pablo com uma espada em uma região deserta da Ponta da Vigia, em Penha. A pena de Gilmar e Thais será cumprida em regime fechado.

Uma terceira pessoa, Tailana Machado de Freitas, também havia sido denunciada pelo Ministério Público do Estado (MPSC), como participante no ato. Contudo, ela foi absolvida pelos jurados. Contra si, havia um pedido de prisão preventiva decretado, o qual foi revogado pelo juiz após o julgamento.

Segundo as investigações, a tentativa de homicídio foi motivada por uma dívida de drogas, que eram vendidas por Gilmar. O adolescente contou aos investigadores da Polícia Civil que há três meses vinha vendendo drogas para Gilmar. Sob posse de 20 tubos de removedor de solda – que eram vendidos como “Loló” ao preço de R$ 50 cada – o adolescente acabou consumindo o material e contraindo uma dívida de R$ 1.000,00 com o traficante.

Pressionado a quitar a dívida, o jovem acabou pegando mais cocaína de Gilmar – sem seu consentimento – para tentar fazer dinheiro. A Polícia Civil de Penha afirma que “Gilmar descobriu que o adolescente tinha pegado sua droga sem sua autorização e disse que iria matá-lo”. No dia 2 de abril de 2017, Pablo recebeu uma ligação para se encontrar com o trio, que o levou até uma região remota da Ponta da Vigia, em Penha.

Gilmar teria ordenado que Thais utilizasse uma espada ninja para cortar o pescoço de Pablo. A ordem for seguida. Por volta das 17h do dia 3 de abril, o adolescente foi encontrado e imediatamente encaminhado para o Hospital Marieta, em Itajaí. Ele permaneceu internado por vários dias em razão da gravidade dos ferimentos sofridos. Pablo está vivo. Thais e Gilmar foram presos semanas depois.

 Fonte: Jornal do Comércio/Balneário Piçarras

Compartilhe!

Barra Velha: Jovem é preso no bairro São Cristóvão com 300 pedras de crack

17.06 – Na tarde sexta-feira, J.J.S.D., 20 anos, conhecido como Juninho, foi preso no bairro São Cristóvão, em Barra Velha, por tráfico de drogas. Com ele, os policiais civis encontraram 300 pedras crack prontas para a venda; duas pedras maiores de crack pesando aproximadamente 10 gramas; uma balança de precisão e 128 reais em dinheiro.

Juninho estava sendo monitorado pelos policiais e, quando foi a um terreno baldio, próximo da sai residência, foi flagrado desenterrado a droga que estava em um saco plástico. Ele foi conduzido a Delegacia de Polícia da cidade.

Foto e fonte: Polícia Civil/SC

Compartilhe!

Penha: Homem é preso no bairro Santa Lídia por tráfico de drogas

13.06 – Cristiano Kowalski, 32 anos, foi preso na noite de ontem, por volta das 20h, na rua Eurico João de Freitas, bairro Santa Lídia, em Penha, por tráfico de drogas. Com ele, os policiais militares encontraram, 11 porções de cocaína e mais 185 gramas da droga, 15 gramas de maconha, 254 reais em dinheiro e um celular.

Segundo a PM, a Central de Investigações recebeu informações que Cristiano estaria atuando no disque drogas na região do bairro conhecida como Cred. Ele passou ser a monitorado e ontem à noite foi abordado quando ele saía de casa em um Corsa. No veículo foram encontradas apenas sete porções de cocaína, já prontas em embaladas para venda.

Na residência dele foram encontrados o restante das drogas na coisa do telhado da cozinha. Também foram apreendidos materiais de preparação para embalar cocaína e maconha, como prato, talheres e sacos plásticos. Todo material foi levado para a Delegacia de Balneário Piçarras junto com Cristiano.

Foto e fonte: PM/SC

Compartilhe!

Carga de arraias ameaçadas de extinção é apreendida pela PRF na BR 101 em Joinville

13.06 – Policiais rodoviários federais flagraram na manhã de hoje (13), na BR 101 em Joinville, cerca de 10 toneladas de carne de arraias de espécies ameaçadas de extinção.

Durante fiscalização a um caminhão baú placas de São Gonçalo/RJ, os policiais verificaram que na documentação da carga não havia carimbo de fiscalização agropecuária. Diante da suspeita de que a espécie de pescado fosse protegida, servidores da CIDASC (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de SC) e do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) foram chamados e compareceram ao local.

Os especialistas constataram a presença das espécies, Raia-chita, Raia-parda, Raia-carimbada e Raia-santa sendo três destas quatro espécies protegidas por estar ameaçadas de extinção. A captura destes animais, segundo informações do IBAMA, pode ter ocorrido em local onde a pesca é proibida. Estes agrupamentos de animais ocorrem geralmente no período reprodutivo e a sua grande maioria é constituída por fêmeas. A Raia-chita é típica da costa brasileira e sua população vem decaindo ao longo dos anos.

Agentes da CIDASC e do IBAMA lavraram autos de infração por irregularidades sanitárias e pela pesca ilegal. Como a carga é perecível e segundo a CIDASC encontrava-se em boas condições para consumo humano, foi doada para diversas instituições beneficentes com o auxílio do Projeto Mesa Brasil do SESC.

Foto e fonte: PRF

Compartilhe!

Operação do MPSC investiga indícios de corrupção no abastecimento de água em Navegantes em duas pessoas são detidas

13.06 – O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) deflagrou na manhã de hoje (13) a Operação Falta D´Água, que investiga suspeitas de irregularidades na Secretaria de Saneamento de Navegantes (Sesan). Em nota, o MPSC afirma haver indícios de que falta qualidade na prestação de serviços porque “agentes públicos vinculados à secretaria estariam prezando pelo recebimento de valores para si”.

As investigações incluem agentes públicos e empresários, e apura supostos crimes de corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro. A ação conta com cinco mandados de prisão temporária expedidos pela Vara Criminal de Navegantes, a serem cumpridos na cidade e também em Curitiba (PR), São José dos Pinhais (PR) e Brasília (DF).

Há ainda 22 mandados de busca e apreensão, que incluem os mesmos municípios, além de Penha e Bombinhas. A operação envolve 60 agentes e tem o apoio dos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Itajaí, Blumenau, Lages, Florianópolis, Curitiba e Brasília.

A prefeitura de Navegantes informou que não foi notificada sobre nenhuma operação. “De acordo com a procuradoria, o prefeito (Emílio Vieira) apoia qualquer operação que busque apuração de fatos”, afirma, em nota.

Os policiais entraram no local em busca de documentos na secretária que hoje é chefiada pelo secretário, Joab Bezerra Duarte Filho, mas já foi comandada pelo vereador Valmir Cesar Francisco, mais conhecido como Chêro. Os dois for4am detidos para depoimentos.

Foto e fonte: Diarinho e G1

Compartilhe!

Filhote de baleia jubarte é encontrado morto em praia de Itapoá

13.06 – Um filhote de baleia da espécie jubarte foi encontrado morto em uma praia Itapoá, na madruga de ontem (12). Segundo o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), em parceria com a Universidade da Região de Joinville (Univille), o animal de 7,5 metros apresentava avançado estado de decomposição.

Uma equipe de pesquisadores realizou a necropsia e coletou amostras para fazer análises laboratoriais com o objetivo de identificar as causas da morte do animal. Servidores da Secretaria de Obras e Serviços Públicos da prefeitura estiveram no local para abrir uma cova na orla e depositar os restos mortais do filhote.

Foto e fonte: G1/SC

Compartilhe!